.

INTERNAUTAS MISSIONÁRIOS

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS - RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Olhais os lirios do campo - Helena Serpa

DIA O2 DE MARÇO - Evangelho - Mt 6,24-34
Isaías 49, 14- 15 – “amor de Deus, amor de mãe”

Precisaríamos sempre meditar nas promessas do Senhor por meio dos Seus profetas para que não tivéssemos momentos de desânimo e de desesperança. Muitas vezes, por motivos justos, somos como o povo de Sião, e sentimo-nos abandonados e esquecidos por Deus, parecendo-nos exilados e sem perspectivas. No entanto, se nos apossarmos dessa Palavra, perceberemos que o amor de Deus por nós é maior ainda que o amor de uma mãe que nunca esquece o seu filho. Apenas dois versículos e já a esperança renasce no nosso coração! Se tivermos em mente que Deus nunca nos abandona nem nos esquece, com certeza nós conseguiríamos ultrapassar as barreiras com mais facilidade e com menos sofrimento. A promessa do Senhor é clara e não podemos duvidar da Sua Palavra: “eu, porém, não me esquecerei de ti”! A nossa conscientização em relação a esta afirmação nos alimenta a alma e dá novo vigor para reiniciarmos a lutar. Se você está sofrendo, passando por alguma dificuldade e não está tendo perspectiva de mudança na situação, reflita sobre as palavras do Profeta e se aposse das promessas de Deus. Elas são exclusivamente para você!

Salmo 61 – “Só em Deus a minha alma tem repouso, só ele é meu rochedo e salvação”

O Senhor é a nossa glória e salvação, no entanto, muitas vezes O esquecemos para procurar no mundo o repouso de que tanto precisamos. No entanto, realmente a nossa alma não repousa enquanto não abrimos o coração para Deus. Somente quando nos deixamos abandonados nos braços do Senhor é que encontramos segurança na nossa caminhada aqui na terra, que é cheia de surpresas. 

2ª. Leitura – 1 Coríntios 4, 1-5 – “fiéis servidores de Cristo”

São Paulo nos ensina a caminhar no mundo como fiéis administradores dos mistérios de Deus a que temos acesso como servidores de Cristo. Os mistérios de Deus nos são revelados a cada dia por meio da Sua Palavra. A fidelidade a Jesus Cristo há de ser a nossa única preocupação, por isso, não nos compete julgar a ninguém nem tampouco a nós pessoalmente. Não precisamos nos julgar nem tampouco nos autoproclamar homens e mulheres justos, pois somente o Senhor que conhece o nosso íntimo e os projetos dos nossos corações pode nos avaliar. Igualmente, precisamos estar abertos à manifestação do Espírito Santo, pois é Ele quem irá iluminar o nosso interior e nos ajudar a ser fiéis ao Senhor em tudo o que diz respeito à nossa missão de homens e mulheres cristãos. Caminhando na fidelidade, perseguindo fazer a vontade de Deus, um dia nós receberemos Dele o louvor pela nossa justiça. – Você costuma preocupar-se em julgar as pessoas e a si mesmo? – O que você entende por mistérios de Deus? – Você tem sido fiel ao seu chamado de cristão (ã)? – Você tem deixado com que o Espírito Santo ilumine os projetos do seu coração?

Evangelho, Mateus 6, 24-34 – “olhais os lirios do campo ”

Preocupar-se é ocupar-se antes do tempo e sofrer antes que chegue a hora da dor. É também antecipar algum fato, o qual nem sabemos se iremos vive-lo. Por isso, Jesus nos previne e orienta: “não vos preocupeis com o dia de amanhã, pois o dia de amanhã terá suas preocupações! Para cada dia bastam seus próprios problemas”. E nos dá a chave de todo o sucesso, a fim de vivamos bem em todas as ocasiões: “ buscai em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas vos serão dadas por acréscimo”. Para os incrédulos, estas palavras de Jesus não fazem sentido, no entanto, os que buscam o reino de Deus sabem que elas são verdadeiras. Neste Evangelho Jesus também se vale das figuras da natureza para nos dar lições salutares para a nossa vida e felicidade. Assim Ele nos mostra os pássaros que voam em direção ao céu e os lírios que enfeitam os campos como um sinal da providência do Pai para cada um de nós. Ele não nos fala para cruzarmos os braços, mas para que usemos os nossos braços, a nossa inteligência e capacidade a serviço das nossas necessidades. Se tivermos o nosso sentido, o nosso objetivo de vida e a nossa esperança voltada para Aquele que nos deu a vida e nos cumula de graças, a todo momento teremos tudo de que precisamos. O que é mal ao homem é o angustiar-se, afligir-se na ânsia de querer sempre mais aquilo que não lhe foi destinado. A cada dia nos basta o suficiente para que possamos viver em paz e harmonia com os nossos semelhantes. Dificuldades sempre existirão e a cada dificuldade Deus nos dá a oportunidade para vencê-la com a Sua ajuda e proteção. A nossa preocupação não mudará o rumo dos acontecimentos. Podemos, sim, mudar o rumo dos acontecimentos, quando nos voltamos para Deus e nos entregamos à Sua vontade soberana, deixando de lado “aqueles nossos projetos pessoais” que são ditados pelo nosso próprio querer, os quais, mais tarde, poderiam nos fazer sofrer e nos arrepender. A nossa felicidade está na mesma medida em que deixamos que a vontade de Deus se cumpra na nossa vida. – Você tem conseguido com a sua preocupação mudar os rumos dos acontecimentos da sua vida? Você se sente seguro (a) no mundo? – Onde está a sua segurança? – Onde você encontra o reino de Deus e a Sua justiça?

Helena Colares Serpa,
Fundadora da Comunidade Missionária Um Novo Caminho
OUTRO


Evangelho – Mateus 6, 24-34 – “ ou servimos a Deus ou ao dinheiro”

A preocupação exagerada, com o que comer, com o que vestir e com o que beber é algo que não combina com aquele (a) que se diz filho de Deus Pai Criador do céu e da terra. Jesus neste Evangelho nos ensina a confiar na providência de Deus para a nossa vida, pois se Deus é o nosso Criador e nosso Pai será Ele também o nosso provedor. Assim, Jesus nos adverte de que “ninguém pode servir a dois senhores – a Deus e ao dinheiro”! Servimos a dois senhores quando nos consideramos filhos e filhas amados de Deus, no entanto, nos afligimos lutando como condenados pelas coisas que nos são devidas em vista da nossa filiação divina. Quando Jesus fala em “servir a Deus ou ao dinheiro”, Ele está questionando a nossa confiança em Deus ou no dinheiro. Ou nós confiamos na ação de Deus que nos dá disposição para conseguir tudo de que precisamos, ou então, confiamos no dinheiro trabalhando mais do que o necessário com o intuito de amealhar mais do que realmente necessitamos. Se prestarmos bem atenção verificaremos que não precisaríamos de algumas muitas coisas pelas quais nos afadigamos para possuir. Deus colocou à nossa disposição mais do que o suficiente para que possamos viver bem e sermos felizes, porém, por causa da nossa natureza, somos insaciáveis de coisas desnecessárias. Quando mencionou as figuras da natureza, Jesus nos deu apenas uma amostragem do que o Pai, poderoso no Amor pode fazer por nós. Por isso, Ele falou dos pássaros que voam no céu e dos lírios que enfeitam os campos. Eles não trabalham, nem semeiam, mas recebem de Deus tudo de que precisam. Assim ponderando, Jesus nos assegurou a nossa dignidade de filhos e filhas do Pai, Criador de todas as coisas. Tudo o que possuímos nós recebemos das mãos de Deus, dessa forma não nos falta nenhum carisma, por isso, valemos muito mais que os pássaros e as flores, já que, mais do que eles, nós recebemos de Deus a capacidade de trabalhar, de produzir. Os talentos e os dons que auferimos de Deus nos fazem ser cheios de criatividade, por conseguinte, não precisamos viver preocupados como os pagãos que não acreditam no poder e na dependência de Deus. O primeiro passo para conseguirmos ter sucesso nessa dependência de Deus é “buscar o Seu reino e a Sua justiça e tudo mais virá por acréscimo”. O reino de Deus consiste na Sua vontade acontecendo na nossa vida, isto é, que estejamos ajustados ao Seu plano de Amor, a maior herança que, por justiça, Deus Pai nos deixou.– O que você tem buscado em primeiro lugar na sua vida? – A quem você está servindo mais: a Deus ou ao dinheiro? – Você se preocupa com o que comer e vestir? – Você tem usado as suas habilidades para viver bem? - Você já experimentou contemplar a obra de Deus através da natureza? Você sabe que faz parte dela?

Helena Serpa

3 comentários:

Anônimo disse...

EU ESTOU ATÉ ME SENTINDO UM POUCO CULPADO POR ESTAR CONSTANTEMENTE ME "APROVEITANDO" DOS LINDOS E PROFUNDOS TEXTOS QUE SEMPRE ENCONTRO AQUI. SOU COORDENADOR DE UM PEQUENO E SELETO GRUPO DE LEITORES E SENTI A NECESSIDADE DE DAR A ELES A OPORTUNIDADE DE SENTIR, VIVENCIAR O QUE PROCLAMAM, FAZENDO ANTES EMA REFLEXÃO SOBRE O TEXTO QUE ELES IRÃO LER. É AÍ QUE ENTRA SEUS COMENTÁRIOS.OBRIGADO!! PELA INESTIMÁVEL AJUDA SEM A QUAL EU TERIA IMENSA DIFICULDADE DE ATINGIR NOSSOS OBJETIVOS, POR FAVOR NÃO DEIXEM NUNCA DE FAZÊ-LOS ELES TEM DADO FORÇA E ESPERANÇA A MUITOS QUE LEEM E ACOMPANHAM, HOJE TODOS A HELENA SE SUPEROU.COMO SEMPRE TODOS OS FAZEM. FIQUEM NA PAZ E AMOR DE JESUS E MARIA. NELSON SERGIO PEREIRA . CAPELA SÃO JOSÉ - SANTOS SP.

Vera Lucia disse...

Sou ministra da palavra e sempre que estou escalada para celebrar, leio a homilia de vocês e isso me ajuda muito a preparar minha reflexão! Admiro muito esse trabalho, que Deus os abençoe!
Comunidade São Cristóvão, Muriaé - MG

Anônimo disse...

É maravilhoso o seu trabalho
Os comentários que faz muito me enriquece na minha missão.
Que Deus a abençoe sempre.

Postar um comentário