.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Uma nova visão sobre a realidade da vida-Helena Serpa

16/01/2017 - 2ª. feira – II semana comum -  Hebreus 5, 1-10 – “Filho obediente  ”
A obediência de Jesus é o parâmetro para que também nos tornemos causa de salvação eterna para os nossos irmãos. Antes de Jesus, todo sumo sacerdote era tirado do meio dos homens para oferecer sacrifícios pelos pecados dos homens e também, pelos seus próprios pecados. Mesmo sem ter pecado Jesus Cristo foi estabelecido sumo sacerdote por chamado do próprio Pai que o constituiu pela palavra: “tu és Sacerdote para sempre”, para se oferecer pelo pecado dos homens. Apesar de ser distinguido pelo Pai, Jesus revelou a sua humildade e não atribuiu a si mesmo essa honra, mas foi humilde até às lágrimas dirigindo preces e súplicas ao Pai a fim de que O salvasse da morte. Pela sua humildade, obediência e entrega Jesus é o exemplo do sacerdote perfeito. O sacerdote é aquele que consome a sua vida pela causa da salvação dos seus irmãos.   Mesmo que soframos, mesmo que seja difícil, seremos também, depois, gratificados (as), a exemplo de Cristo. Muitas vezes, por causa das dificuldades que enfrentamos somos tentados (as) a desanimar ou nos rebelar e esquecermos de que, o seguimento de Cristo implica na anuência da vontade do Pai e na confiança na Sua proteção. – Você é uma pessoa obediente ou rebelde? – Você é daquelas pessoas que não admite passar por necessidades e sofrimentos? – O que você acha do exemplo de Jesus? – Você sabia que também é chamado (a) a ser sacerdote?    
Salmo 109 – “ tu és sacerdote eternamente segundo a ordem do rei Melquisedeque!”
O salmista já predizia a missão de Jesus Cristo como sacerdote. Jesus foi, depois do sofrimento, exaltado e está sentado à direita do Pai. O salmo refere-se justamente á realeza de Jesus, o Salvador que ainda viria, mas já o proclama príncipe desde o dia em que nasceu. Embora os inimigos ainda dominassem, ele sabia que a salvação viria breve.

Evangelho – Marcos 2, 18-22 – “uma nova visão sobre a realidade da vida”
Jesus nos ensina a considerar o tempo favorável em que vivemos para realizarmos ações que sejam agradáveis a Deus. Os fariseus seguiam os seus costumes e não entendiam o que Jesus explicava, pois eram presos na mentalidade do ter que fazer sacrifícios sem um motivo justo. Eles faziam tudo apenas para cumprir a obrigação e não observavam qual o espírito que os motivava. Se seguirmos os ensinamentos de Jesus iremos perceber que tudo o que fizermos forçados ou por obrigação não causará nenhum efeito, pelo contrário, contribuirá para que o espírito de rebeldia aja em nós.    O jejuar por jejuar, o fazer sacrifício só para cumprir um ritual não ajudará no nosso crescimento espiritual. Nada nos adiantará se o nosso coração não acompanhar a ação! Precisamos dar um sentido às nossas ações e sermos sinceros no que realizamos. O homem de mentalidade mundana, não entende as coisas do espírito, assim como o remendo novo rasga o pano velho e o vinho novo rompe o odre velho.   Para sabermos entender as coisas do alto precisamos nos renovar e nascer de novo com uma nova visão sobre a realidade da vida.   Para acolher o novo   precisamos de nova mentalidade e de abertura interior a fim de que aconteça em nós a purificação necessária e assim nos tornemos pessoas renovadas.  Qual o sentido que você dá ao jejum? Para que finalidade você jejua? Como você se sente? - As coisas que você tem feito para o reino de Deus, você o tem feito por amor ou por obrigação? - Você tem um coração novo ou continua com os mesmos sentimentos de outrora?  



2 comentários:

José Maria Nascimento disse...

Obrigado por compartilhar suas reflexões tão esclarecedoras e inspiradas!!! Todas muito boas, mas gostei particularmente sobre o Evangelho de hoje!

Mariano Silveira disse...

DEUS te abençoe e te ilumine. Obrigado p/ reflexão.

Postar um comentário