.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

.

PREZADOS LEITORES E LEITORAS.
MANDE ESTE LINK PARA SEUS AMIGOS E PARENTES.



07 DE  FEVEREIRO-DOMINGO

“AVANCE PARA ÁGUAS MAIS PROFUNDAS” - Olivia Coutinho


VEJA AQUI MAIS HOMILIAS DESTE DOMINGO

================

 

 

VISITE  A NOVA PÁGINA

REFLEXÕES RECENTES E ANTIGAS

 CLICA AQUI



REFLEXÕES RECENTES E FUTURAS




02 DE  FEVEREIRO-TERÇA


03 DE  FEVEREIRO-QUARTA

04 DE  FEVEREIRO-QUINTA

É NA DEPENDÊNCIA DE DEUS QUE O MISSIONÁRIO TORNA-SE FORTE!-Olívia Coutinho

 


05 DE  FEVEREIRO-SEXTA


06 DE  FEVEREIRO-SÁBADO

“VINDE SOZINHOS PARA UM LUGAR DESERTO E DESCANSAI UM POUCO.” - Olivia Coutinho



07 DE  FEVEREIRO-DOMINGO

“AVANCE PARA ÁGUAS MAIS PROFUNDAS” - Olivia Coutinho



08 DE  FEVEREIRO-SEGUNDA

JESUS CURAVA A TODOS OS QUE O PROCURAVAM -Canção Nova

Jesus ia além da Sua capacidade física-Helena Serpa




09 DE  FEVEREIRO-TERÇA

“DE NADA ADIANTA O CULTO QUE ME PRESTAM...” Olivia Coutinho



10 DE  FEVEREIRO-QUARTA

Religião significa relação com Deus-Diac.José da Cruz



11 DE  FEVEREIRO-QUINTA


12 DE  FEVEREIRO-SEXTA


13 DE  FEVEREIRO-SÁBADO


14 DE  FEVEREIRO-DOMINGO

15 DE  FEVEREIRO-SEGUNDA

-TERÇA
-QUARTA
-QUINTA
-SEXTA
-SÁBADO
-DOMINGO

-SEGUNDA
-TERÇA
-QUARTA
-QUINTA
-SEXTA
-SÁBADO
-DOMINGO

-SEGUNDA
-TERÇA
-QUARTA
-QUINTA
-SEXTA
-SÁBADO
-DOMINGO


========







“DE NADA ADIANTA O CULTO QUE ME PRESTAM...” Olivia Coutinho

 
Dia 09 de Fevereiro de 2016
 
Evangelho de Mc7,1-13
 
Temos um costume de ficar observando o outro, pena que esta  observância se direciona mais para os pontos fracos das pessoas, o que nos impede de enxergar o que há de bom no seu interior!
Enquanto estamos nos ocupando em buscar somente o negativo do outro, deixamos de cuidar do nosso interior.
Devido ao nosso  malicioso, que não nos deixa enxergar o valor do outro, vamos perdendo a capacidade de ver além das aparências, de ter uma percepção profunda dos fatos, das pessoas. Nos falta um olhar de contemplação, um olhar que vai além do que os olhos físicos alcançam!
O evangelho que a liturgia de hoje nos convida a refletir, nos diz, que alguns fariseus e alguns mestres da lei vieram de Jerusalém e se reuniram em torno de Jesus. Esses fariseus e mestres da lei haviam vindo de Jerusalém com um único objetivo: descobrir que tipo de ensinamento Jesus estava passando como formação para os seus discípulos.  Eles queriam saber se Jesus estava incitando o povo a não observância das Leis! Pelo o que havia chegado ao conhecimento deles, os ensinamentos de Jesus não se enquadravam com os padrões religiosos estabelecidos por eles.
Para os fariseus e mestres da lei, religião, era observar as tradições antigas, era cumprir preceitos, normas, rituais que nada  acrescentavam  ao ser humano, como lavar as mãos antes de comer, quando chegar da rua não comer sem tomar banho, a maneira certa de lavar copos, jarras, vasilhas...Eles observavam rigorosamente estes preceitos, mas deixavam o principal, não viviam o amor, não agiam com misericórdia, suas atitudes era totalmente contrária a vida! Atrás de uma aparente pureza  fariseus e mestres da lei, escondiam a dureza dos seus corações!
O texto chama a nossa atenção sobre o perigo de nos tornarmos parecidos com os fariseus, quando ficamos no superficial da fé, nos submetendo  a normas, a  rituais vazios  que não nos levam a Deus!
Quem fica preso na observância exagerada de normas, não consegue captar a mensagem principal de Jesus, que é um convite a vivermos no amor! Enquanto estamos presos em pormenores, não enxergamos as maravilhas que Deus nos oferece a cada dia!
 Façamos a nós mesmos um questionamento: Estamos vivendo de fato a nossa fé? Existe coerência entre o que falamos e o que vivemos?
É importante termos em mente: podemos enganar aos homens, mas a Deus ninguém engana! Deus conhece o nosso interior, sabe quais são as nossas intensões. 
De nada adianta os nossos atos externos se eles não retratam o que na verdade somos interiormente! Aos olhos de Deus, a prática exterior, só encontra o seu verdadeiro sentido, quando é uma expressão do que realmente se crê e se vive, do contrário, são práticas vazias que nada significam, pois mostram o que na verdade não se é, e não se vive!
Deixemo-nos inundar pelo o amor de Jesus, o amor que liberta que inclui, que nos torna sinal vivo da sua presença no mundo. 

FIQUE NA PAZ DE JESUS! – Olívia Coutinho
 
Ouça essa e outras reflexões neste Link:  www.reportercatolico.com.br
                                                                                               
Venha fazer parte do meu grupo de reflexão no Facebook:


“A SÓS, COM JESUS” (Pe. Jaldemir Vitório)



(Pe. Jaldemir Vitório – Jesuíta)


DIA 6 DE FEVEREIRO  SÁBADO - EVANGELHO MARCOS 6,30-34
SÃO PAULO MIKI
MÁRTIR
(VERMELHO, PREF. COMUM OU DOS MÁRTIRES – OFÍCIO DA MEMÓRIA



           No processo de formação dos discípulos, Jesus evitava que caíssem num ativismo incontrolado. Eram tantas as pessoas que os rodeavam, fazendo solicitações de todo tipo, a ponto de não terem nem tempo para comer. Essa situação, com o passar do tempo, poderia se mostrar prejudicial. O excesso de atividades levaria os discípulos a se desviarem do verdadeiro sentido de sua missão.

          Por isso, Jesus os convida para estarem à sós, com ele, de forma a criar um espaço de convivência e de troca de experiências, útil para quem se via tão atarefado. Os apóstolos tinham para partilhar sua experiência concreta de missão. Eles tinham experimentado a força de sua palavra, pela qual os demônios eram expulsos. Viram como os doentes recobravam a saúde quando eram ungidos. Presenciavam a transformação operada na vida de quem se predispunha a converter-se ao Reino e fazer penitência por seus pecados. Eram testemunhas da alegria que se apoderava de quem se descobria amado por Deus e objeto de sua misericórdia.

            O desejo de Jesus de estar sozinho com os discípulos não se concretizou. A multidão chegou antes deles, no lugar afastado para onde se dirigiam. Embora irrealizado, o desejo de Jesus não pode ser descartado sem mais. O ativismo é um perigo que deve ser evitado.


         Oração:

         Senhor Jesus, que eu saiba encontrar momentos para estar a sós contigo, revendo a minha vida de discípulo e me predispondo para continuar melhor a missão.

           
        
       


Santo do Dia / Comemoração (Santos Paulo Miki e Companheiros, Mártires):


                Miki nasceu em 1564, era filho de pais ricos e foi educado no colégio jesuíta em Anziquiama, no Japão. A convivência do colégio logo despertou em Paulo o desejo de se juntar à Companhia de Jesus. Com esforço conseguiu ordenar-se sacerdote, o primeiro japonês da companhia. 

         Mas o imperador japonês não era admirador do cristianismo. Por causa da conquista da Coréia pela Espanha, o Japão motivou uma perseguição contra todos os cristãos ocidentais. Os católicos foram expulsos do país, mas muitos resistiram e ficaram. Só que a repressão não demorou. Primeiro foram presos seis franciscanos, logo depois Paulo Miki com outros dois jesuítas e dezessete leigos.

         Os vinte e seis cristãos sofreram terríveis humilhações enquanto seguiam para o local onde seria executada a pena de morte por crucificação. Alguns dos companheiros de Paulo Miki eram muito jovens, adolescentes ainda, mas enfrentaram a pena de morte com a mesma coragem do líder.

         A elevação sobre a qual os vinte e seis heróis de Jesus Cristo receberam o martírio pela crucificação em fevereiro de 1597 ficou conhecida como Monte dos Mártires.

         Colaboração: Padre Evaldo César de Souza, CSsR.

         REFLEXÃO:

          Antes de morrer, São Paulo Miki afirmou: “Se cheguei a este grave momento, espero que ninguém tenha dúvidas quanto à minha sinceridade ou pense que eu estou mentindo. Por isso eu lhes digo: Não há outro caminho de salvação a não ser Cristo Jesus”.
         ORAÇÃO

         Bendito seja Deus, que concedeu a São Paulo Miki e companheiros o grande dom da firmeza apostólica. Concedei-me ser sempre um entusiasta apóstolo de Vossos caminhos. Por Cristo Jesus, amém.



                
         Santos Paulo Miki e Companheiros, rogai por nós.

                                                                                 


         Enviado por: Ademilson Moura – Paróquia Santo Antônio – Pirassununga-SP.
           
         Link no Facebook:  https://www.facebook.com/ademilson.moura.75