.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

terça-feira, 24 de abril de 2018

.


25 DE ABRIL-QUARTA

-IDE PELO MUNDO E ANUNCIAI A BOA NOVA Mc 16,15-20-José Salviano.



==================
29 DE ABRIL-DOMINGO

·         ·     5º DOMINGO DA PÁSCOA- ano B-Dehonianos

·         Jesus é a árvore e nós somos os ramos-Helena Serpa

·                      

VEJA AQUI MAIS HOMILIAS DESTE DOMINGO


CLICA AQUI PARA VER TODOS OS NOSSOS VÍDEOS

---------------------------------------------
MEU FACE

==============================

PARA ENTRAR NO NOSSO CANAL NO YOU TUBE É SÓ CLICAR AQUI
ou
ou ainda...
 ENTRE NO YOUTUBE E DIGITE: J.Salviano Silva

================
REFLEXÕES RECENTES E FUTURAS
23 DE ABRIL-SEGUNDA

“EU SOU A PORTA. QUEM ENTRAR POR MIM SERÁ SALVO”. - Olívia Coutinho

Aquele que entra pela porta é o pastor das ovelhas-Dehonianos


24 DE ABRIL- TERÇA

“AS MINHAS OVELHAS ESCUTAM A MINHA VOZ...” – Olivia Coutinho


-MINHAS OBRAS DÃO TESTEMUNHO DE MIM Jo 10,22-30-José Salviano.


Necessitamos, urgentemente, escutar a voz do Pastor-Helena Serpa



25 DE ABRIL-QUARTA

-IDE PELO MUNDO E ANUNCIAI A BOA NOVA Mc 16,15-20-José Salviano.



26 DE ABRIL-QUINTA

-QUEM RECEBE AQUELE QUE EU ENVIAR, A MIM RECEBE Jo 13,16-20-José Salviano


27 DE ABRIL-SEXTA

28 DE ABRIL-SÁBADO




30 DE ABRIL-SEGUNDA






01 de MAIO-TERÇA

02 de MAIO-QUARTA

-Todo ramo que não dá fruto será cortado Jo 15,1-8-José Salviano


03 de MAIO-QUINTA

-Eu estou no Pai e o Pai está em mim Jo 14,6-14-José Salviano


04 de MAIO-SEXTA

-Amai-vos como eu vos amei Jo 15,12-17-José Salviano


05 de MAIO-SÁBADO


06 de MAIO-DOMINGO
SEGUNDA
TERÇA

QUARTA

QUINTA

SEXTA
SÁBADO


DOMINGO
SEGUNDA
TERÇA

QUARTA

QUINTA

SEXTA
SÁBADO


DOMINGO
SEGUNDA
TERÇA

QUARTA

QUINTA

SEXTA
SÁBADO
=======================================================================

DOMINGO
SEGUNDA
TERÇA

QUARTA

QUINTA

SEXTA
SÁBADO


-Se o mundo vos odeia Jo 15,18-21-José Salviano.


05 de maio – Ano B

Evangelho Jo 15,18-21


Jesus não enganou os apóstolos sobre a dureza da realidade da missão evangélica pelo mundo. Por mais de uma vez, Ele os alertou sobre o que poderia vir sobre eles.
Neste Evangelho, Jesus os avisa que: se o mundo vos odeia, sabeis que primeiro odiou a mim.
Porém, se fôssemos do mundo o mundo nos amaria. Se fizéssemos o jogo dos injustos, não seríamos sinais de contradição como o foi Jesus, e desse modo, não teríamos ninguém atrás de nós.
Isso acontece com aqueles que PREGAM UM EVANGELHO SEM A CRUZ, e portanto a força profética fica desfalecida. Quando fazemos um sermão água com açúcar, passando a mão nas cabeças dos poderosos, não denunciando a fome, a miséria, a falta de esgoto, de água, a precariedade do serviço médico-hospitalar, entre outros descasos com os menos favorecidos, o mundo não nos odeia.
E assim, ficaremos imunes de perseguições. Por outro lado, estamos traindo o projeto de Cristo, que deu a sua vida por nós.
Jesus disse que se guardaram a sua palavra, guardarão também a nossa. Portanto, meus amigos, não desanimemos! Vamos seguir em frente com a nossa missão de levar Cristo ao mundo! Mesmo que as correntes sejam contrárias, não tenhamos medo. Pois o poder, e a proteção de Deus não nos faltará.
Um bom cristão está sempre na contra mão de tudo aquilo que não promove a vida em abundância prometida por Jesus.
Um cristão autêntico é aquele que questiona os contra valores, as mentiras, e toda enganação, como por exemplo, as propagandas enganosas.
Não entendemos uma coisa. Se por um lado a automedicação é combatida pelos defensores das consultas médicas, por que existem tantos anúncios de remédios milagrosos, aqueles que resolvem tudo, que acabam com todas as nossas dores?
Isso não é automedicação?
Um sermão que não desperta o ódio do mundo, ou é muito brando, ou está corrompido, e nada agradável aos olhos de Jesus.
Jesus botou o dedo nas feridas. Ele não teve medo de tornar público tudo o que os líderes judaicos faziam às escondidas.
Os fariseus, tinham uma fé excessivamente prática, enquanto os doutores da Lei, tinham uma fé TEÓRICA.
Os fariseus excediam nas práticas externas da fé, mas por dentro, faltava muito para se atingir a verdadeira devoção, a verdadeira piedade.
Do mesmo modo, os doutores da Lei, eram aqueles do tipo que pensavam: façam o que eu digo, mas não façam o que eu faço.
Que Deus Pai nos ajude a sermos cristãos autênticos, cristãos de verdade sem falsidades, sem hipocrisia, e sem medo de dizer a verdade! Que tenhamos a coragem de fazer tudo como Jesus fazia.

Tenha um bom dia. José Salviano.


-Amai-vos como eu vos amei Jo 15,12-17-José Salviano


04 de maio – Ano B

Evangelho Jo 15,12-17



Amai-vos uns aos outros como eu vos amei.  E a maior prova de amor fraterno é dar a vida pelos seus amigos. E foi o que Jesus fez.
Porém, só somos amigos de Jesus se fizermos o que Ele nos manda. Se obedecermos o seu mandamento do amor.
Na família ou na comunidade, a convivência fraterna só fluirá com harmonia se houver perdão. A comunidade só se manterá unida pela prática constante do perdão.
Conviver é compartilhar juntos soluções de problemas, e se comprazer nos os momentos alegres.
Mas como o sabemos muito bem, o egoísmo, a inveja, o ciúme, os mal-entendidos, a disputa pelo poder, os confrontos de opiniões, sempre geram atritos, ofensas e conflitos.
Foi por isso que Jesus disse que é necessário perdoar sempre, e não somente sete vezes.
Somente pelo perdão constante, podemos garantir a continuação da vida familiar e comunitária.
Todos nós temos amigos. E com alguns deles, compartilhamos nossos fracassos e nossas alegrias. Sabemos que nem todos os amigos são amigos de verdade.
Uns são nossos amigos apenas e tão somente visando o lucro que lhe possamos proporcionar. Outros e outras, se fazem de amigos apenas por puro interesse. Basta lembrarmos como fazem os candidatos em época de campanha. Sai por aí apertando a mão de pretos, brancos, desdentados e outros. E quando ganham e chegam no poder, sabemos muito bem o que fazem.
Temos bons amigos assim como temos amigas e amigos mais ou menos.
E qual é o melhor amigo? Aquele que apoia todas as nossas opiniões? Não! Aquela que está sempre conosco nas horas alegres? Acho que não!
Aquele que nos aceta do jeito que somos, que diz a verdade sobre os nossos defeitos e depois nos perdoa? Aquela que está do nosso lado nas horas alegres e nas horas difíceis? Sim. Este é amigo!
Porém, O MELHOR DOS AMIGOS É AQUELE QUE NOS CONDUZ A  CONVERSÃO, AQUELE QUE NOS LEVA PARA DEUS!
Você tem um amigo assim? Beleza! Um amigo que lhe proporciona uma amizade sincera e sadia, que conduz a uma libertação dos seus defeitos e vícios, e a satisfação pela ajuda mútua e partilha de convivência na paz de Cristo. Tudo isso sem inveja, sem interesses, sem segundas intenções. Esta é a verdadeira amizade. Coisa rara hoje em dia! Mas ainda existe.
Um amigo que deseja o nosso progresso, o nosso bem, que fica triste quando sofremos, e se alegra quando vencemos, quando conseguimos chegar lá.
Jesus é assim. Por isso JESUS É O NOSSO MELHOR AMIGO! Jesus nos conduz à conversão e a salvação!
Jesus se entristece quando nos desviamos do caminho da verdade e da vida, Jesus se alegra quando nos arrependemos e  pedimos perdão ao irmão, á irmã. Jesus também se alegra quando perdoamos os nossos  irmãos, e principalmente quando confessamos os nossos pecados ao sacerdote, e prometemos não mais pecar.
Pense. Que tipo de amigo ou amiga você tem sido? Será que não está na hora de melhorar?

Tenha um bom dia. José Salviano.






-Eu estou no Pai e o Pai está em mim Jo 14,6-14-José Salviano


03 de maio – Ano B

Evangelho Jo 14,6-14

-Eu estou no Pai e o Pai está em mim.-José Salviano.

Jesus fez inúmeros milagres, e disse que Ele e o Pai são uma só pessoa. Também disse que o Pai está nele, e Ele está no Pai.
A nossa fé não pode balançar. Temos provas suficientes de que Jesus não era um homem qualquer. Apesar de que Deus nos deixa sempre uma brecha para desacreditar, para testar a nossa fé, tudo na natureza nos leva ao Onipotente. Não vemos a Deus, mas vemos tudo o que ele criou, e que nos encanta!
Jesus foi e é Deus conosco. Deus no meio de nós, que agradou a muitos que creram nele, porém outros, não acreditando em sua divindade, o conduziu a martírio de morte.
Neste Evangelho Jesus mostra a sua intimidade com o Pai. Jesus nos explica que Ele e o Pai são a mesma pessoa. Em outras palavras, JESUS É DEUS!
Diante da curiosidade de Filipe, que não conseguia entender como um homem de carne e osso poderia ser Deus, Jesus lhe responde: “Quem me vê, vê o Pai”. 
Assim, nós quando lemos ou ouvimos a leitura ou a explicação do Evangelho, é a Deus que estamos lendo, e ouvindo. Deus fala conosco por meio do Evangelho, e a cada vez que o lemos, descobrimos coisas novas, caminhos e soluções outras para os nossos muitos problemas.
Porque, meus irmãos, Deus é a nossa melhor opção. Deus é a nossa melhor solução, o melhor plano de saúde, o melhor remédio, o melhor seguro de vida.
Com Deus nós podemos tudo. “Aquele que crer poderá fazer tudo o que eu faço, e mais...”
Então, o segredo do nosso “poder”, ou seja, do nosso poder, apesar de limitado, depende da nossa fé. Tudo pé possível àquele que crer .
“Quem me vê, vê o Pai” Jesus se mostra na condição de imagem real do Pai. Agora Deus tem corpo, rosto, cor, carne, e ouvimos a sua voz. Ele, Deus Pai, estava bem ali diante dos discípulos.
Hoje Jesus, que é Deus, está bem aqui do nosso lado, está na pessoa do nosso próximo, está na pessoa do mendigo, está no templo onde entramos para participar da missa, Ele está no meio de nós.
Basta acreditar. Para sentir a presença divina aqui e agora, basta crer, ter ouvidos para ouvir, como sempre dizia Jesus no final de suas palestras.
Jesus está aqui do meu lado neste momento, Ele está me ditando as palavras que estou escrevendo.
Jesus está também aí do seu lado. Ele está vendo o seu sofrimento, suas dificuldades. Mas ele quer que você o peça. Ele prefere ouvir suas súplicas primeiro, antes de agir dando-lhes as soluções adequadas para os seus problemas.
Quando ignoramos a presença de Jesus, tudo corre muito mal e aí pode acontecer a depressão, a angústia, a tristeza, o desânimo, e o aumento da descrença, que é o pior.

Jesus é Deus. Acredite! E tenha um bom dia. José Salviano




-Todo ramo que não dá fruto será cortado Jo 15,1-8-José Salviano.


02 de maio – Ano B

Evangelho Jo 15,1-8



Todo ramo que não dá fruto será cortado e lançado fora.
Mas os ramos que dão frutos, serão limpados para que deem mais fruto ainda.
Quem não permanecer em Cristo, não produzirá nada que preste. E um dia será lançado fora, onde haverá choro e ranger de dentes. Pois não acreditou que sem Deus nada podemos fazer.
Ao contrário, se permanecermos em Cristo, podemos fazer muitas coisas. Pois contamos com o poder do Alto para tudo.
E mais. Quando estamos em Cristo e com Cristo, poderemos pedir o que quisermos, que nos será dado.
Minhas irmãs, meus irmãos. Quantas graças muitos de nós deixamos de receber das mãos liberais do Pai, pelo fato de vivermos uma vida fora dos seus planos, fora do Evangelho. Mas aqueles e aquelas que vivem segundo o Plano de Deus, que vivem fazendo a vontade do Pai, muito conseguem quando recorrem ao Pai.
Para que as nossas orações sejam atendidas, nós precisamos estar vivendo de acordo os ensinamentos de Jesus. Não tem outra forma de sermos atendidos.
Se minhas palavras permanecerem em vós.  No mundo atual, a palavra permanecer está quase em desuso. Nada hoje em dia permanece muito tempo. O matrimônio dura pouco tempo, os produtos eletrônicos logo apresentam defeito, a nossa saúde não permanece muito tempo, pois não temos alimentos saudáveis. Ou são contaminados por conservantes, ou são com muito sódio, açúcar, e o pior, com agrotóxicos. Isso sem se falar na CARNE FRACA.
Infelizmente, não temos alimentos saudáveis para comer, e não temos para onde correr. Se buscarmos alimentos naturais, também esses estão afetados, comprometidos.
No mundo existem vários tipos de pessoas.
1-OS CORRUPTOS -  Esses ladrões pensam: O que é seu, também pode ser meu. Ninguém está vendo, então posso pegar o que quiser...
2- OS EGOÍSTAS – Esses assim pensam: O que é meu é somente meu. Por que tenho de compartilhar? Ninguém me dá nada!!!
3- OS CARIDOSOS – Esses pensam: O que é meu é teu. Esses, os benvindos do Pai, disponibilizam os seus bens em ajuda aos necessitados, aos que sofrem, aos que representam a pessoa de Cristo.
O grupo número um, não são felizes, mesmo com todo o dinheiro que roubam. Pois apesar de já terem as suas consciências embotadas, não desfrutam daquela paz interior. Pois lá dentro de si, uma voz está gritando, pelo dinheiro roubado que está fazendo falta no atendimento médico, na segurança, na qualidade do ensino, daqueles que não podem pagar por nada disso.
Além disso, a qualquer momento, esses podem ser apanhados de surpresa e serem denunciados e conduzidos à prisão.
Pois todo ramo que não dá fruto será cortado e lançado fora.
O grupo número dois, também não são felizes. Pois só é feliz quem se compadece do sofrimento dos outros. Não adianta ter muitas casas, muitos apartamentos, se só poderá dormir em um de cada vez.
De nada adianta acumular tanta riqueza, se a mesquinhez, causadora da falta total de caridade, lhe endureceu, de forma que vive fugindo dos miseráveis, aqueles que são olhados com todo carinho pelo Pai.
Já o terceiro grupo, são os queridos do Pai. São aqueles que sabem que quem dá um na Terra receberá cem no Céu. São eles os informados de que quem dá o alimento a um faminto, é a Cristo que deu.
O caridoso é bem visto pelo Pai. O caridoso sabe que tem os seus pecados leves perdoados ao praticar uma esmola.
O caridoso, a caridosa. Terão um dia a glória eterna!
E você? A qual desses grupos pertence?

Tenha um bom dia. José Salviano.





-Dia do trabalhador Mt 13,54-58-José Salviano.


01 de maio – Ano B

Evangelho Mt 13,54-58

-Dia do trabalhador. Que vamos comemorar?-José Salviano.

Todos estavam muito admirados com o desempenho de Jesus. Eles não conseguiam entender, como podia o filho do carpinteiro falar daquele jeito, com tanta sabedoria. Estavam realmente chocados com o que viam diante dos seus olhos.
Nós também estamos pasmados, chocados com as injustiças sociais que estão ocorrendo em nossa sociedade.
Hoje é o DIA DO TRABALHADOR, e o pior, é que não temos nada para comemorar. Isto porque os direitos dos trabalhadores foram tirados, e ainda querem tirar mais, com uma tal de reforma da previdência.
Quanta crueldade! Quanta maldade com aqueles que produzem a riqueza nacional. Eles levantam cedo e trabalham duro, para ganhar um mísero salário, e ainda são castigados, pelos erros dos outros. Eles têm de pagar pelos rombos nos cofres públicos, pelas dívidas da previdência de muitos privilegiados, e por tantas falcatruas que acontecem!
Irmãs e irmãos, vocês sofrem, assim como Jesus também sofreu, e foi condenado sem cometer nenhum crime. Entreguemos todas essas injustiças ao Pai. Rezemos por aqueles que os fazem sofrer tanto, aqueles que lesam os seus direitos inalienáveis, aqueles que só pensam em si, em seus privilégios, em vez de promover o bem público.
Tenham paciência, pois a justiça divina não vai falhar! Jesus prometeu, e será cumprido.
“Felizes são os pobres, os injustiçados, os que sofrem, os que passam fome. Pois eles serão saciados”.
O meu reino não é desse mundo”. Nem sempre Deus intervém na nossa existência, como por exemplo, enviando um raio para destruir todos os injustos e malvados reunidos em plenário!
Isso é o que muitos desejam. Um raio que nos livrasse de tantos corruptos que sufocam os pobres, que sugam o seu sangue, e ainda dão muitas risadas.
E Jesus disse mais no sermão da montanha...
Mas ai dos ricos com seu sorriso fácil...” Eles vão chorar muito!
Vamos confiar em Deus sem nunca nos desesperar, sem nunca nos revoltar com a sua aparente displicência diante do nosso sofrimento.
Muitas vezes pode parecer que Deus nos abandonou. Mas na verdade, nós é que abandonamos a Deus, nós é que dispensamos o seu socorro, nós é que não buscamos o seu conforto, a sua ajuda, a sua força poderosa e infinita, disponível para nos ajudar nessa caminhada de lágrimas.
Na verdade, a nossa existência é formada muito mais de lágrimas de que de sorrisos verdadeiros.
As novelas mexicanas são as melhores do mundo. E se você reparar, as novelas mostram o tempo todo pessoas diante de problemas, o tempo todo tendo de resolver vários tipos de dificuldades. Isso porque, viver é resolver problemas. Quando os problemas todos são solucionados, a novela se acaba.
A nossa existência terrena um dia chegará ao fim. E com isso, também se acabarão os nossos sofrimentos. Passaremos para a outra faze da nossa vida, que poderá ser uma vida de glória e de alegria eterna.
Mas para que consigamos isso, precisamos entregar o nosso sofrimento a Deus, e buscar fazer a sua vontade.
Não se revolte com o seu sofrimento, mas sim, volte-se para Deus. Deus é Pai, Deus é justo, Deus é infinito, e Jesus prometeu que quem sofre aqui, desfrutará de alegrias infinitas. Mas quem usurpou os direitos dos trabalhadores para seu bel prazer, terá de sofrer.

Confia em Deus, e tenha um bom dia. José Salviano.