.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

“UM PROFETA SÓ NÃO É ESTIMADO EM SUA PÁTRIA” – Olivia Coutinho


Dia 1º de Fevereiro de 2017

Evangelho de Mc 6,1-6

O caminho do profeta, é um caminho marcado pela perseguição, pela a rejeição e até mesmo, pela incompreensão de  pessoas que fazem parte do seu convívio! 
O próprio Jesus passou por esta experiência, além de rejeitado pelas autoridades políticas e religiosas, Ele foi rejeitado também,  pelos os seus conterrâneos, aqueles que deveriam ser os primeiros a acolhe-Lo!
A cruz é certeira no caminho do profeta, ele será perseguido por falar a verdade, por denunciar as injustiças, muitos vão tentar  calar a  sua voz, o que não conseguirão,  pois nem a morte consegue  calar a voz de um profeta!
O evangelho que a liturgia de hoje nos convida a refletir, nos fala do retorno de Jesus à sua cidade de origem: Nazaré.
Em Nazaré, Jesus experimentou a dor da rejeição, uma dor mais forte ainda, por esta rejeição partir dos seus próprios conterrâneos, aqueles que deveriam ser os primeiros a acolhê-Lo! 
Antes de saber que Jesus era o enviado de Deus, o povo ficou maravilhado com as palavras que saiam de sua boca, mas quando a identidade do Messias anunciado pelos profetas, foi se revelando na pessoa Dele, aquela admiração cai por terra! Aqueles, que esperavam por um Messias extraordinário, triunfalista, que fosse defender os seus interesses, não quiseram aceitar um Messias de origem simples que tinha o olhar voltado para os pequenos, os pobres, os marginalizados...
Avaliando Jesus, pela a sua condição social, eles recusaram a aprofundar no mistério de Deus, ficaram somente no superficial, o mais importante, eles não quiseram enxergar: o Rosto humano do Pai, se desenhando  no filho de um carpinteiro!
Os compatriotas de Jesus tiveram nas mãos, a chave da felicidade, mas não se deram conta desta preciosidade, por isto acabaram desperdiçando  a graça de Deus! Ali, Jesus não pode realizar muitos milagres, não, porque Ele não quisesse, mas pela falta de fé daquele povo!
Será que nós também, não temos atitudes semelhantes as atitudes dos conterrâneos de Jesus?
Será que estamos aceitando o recado de Deus, que chega até a nós por meio de pessoas simples?
Dificilmente reconhecemos a sabedoria presente nas pessoas simples, a nossa  tendência,  é  acreditar somente nos “grandes,” com isso, deixamos escapar as mensagens que Deus quer nos passar através dos pequenos!
É importante lembrarmos: Jesus, o Mestre de todos os mestres, o profeta Maior de todos os tempos, serviu-se de meios humanos bem simples para anunciar o reino de Deus!
A rejeição a Jesus, continua nos tempos de hoje; rejeitamos Jesus, quando não acolhemos bem  aquela pessoa  que chega em  nossa comunidade, por ela ser simples, por não ter estudos... Muitas vezes, são nessas pessoas, vistas como ninguéns, é  que estão escondidos os verdadeiros tesouros.
Jesus foi Rejeitado na sua Pátria, mas esta rejeição, não interrompeu o anúncio do Reino, que continua através dos incansáveis profetas de hoje, homens e mulheres que se embrenham pelo caminho da cruz, dispostos a dar a vida se preciso for,  pela causa do Reino.

FIQUE NA PAZ DE JESUS! – Olívia Coutinho
Venha fazer parte do meu grupo de reflexão no Facebook


3 comentários:

Osmar Escorcio disse...

Parabéns dra. Olivia.
A senhora é uma dessas profetas incansaveis que nos dá a alegria do entendimento da Palavra de Deus, a cada dia, de forma tão brilhantemente explicada.
Deus lhe Abençoe e lhe dê muitos anos de vida, saúde e paz...

Mariano Silveira disse...

DEUS te abençoe e te ilumine. Obrigado p/ reflexão.

Giuliamr disse...

Ótima reflexão, Deus a conserve sempre inspirada. Paz e bem pra você <3

Postar um comentário