.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Perdoar ou pelo menos relevar uma situação-Alexandre Soledade

Quinta-feira- 17 de Agosto de 2017- Evangelho - Mt 18,21-19,1

  
Bom dia!
Começo essa reflexão com a sugerida pelo site da CNBB;
“(…) Nós não temos como pagar a Deus para obtermos o perdão dos nossos pecados, de modo que merecemos a paga pelos mesmos que é a morte. Mas o amor misericordioso de Deus não permite que nenhum dos seus filhos e filhas seja entregue à morte, de modo que a verdadeira paga pelos nossos pecados foi a obediência de Jesus, amando-nos até o fim e, assim, apesar dos nossos pecados, temos a eterna aliança com ele. DESSE MODO, DEUS NOS DÁ O EXEMPLO DO VERDADEIRO PERDÃO, NOS ENSINANDO QUE TUDO DEVEMOS FAZER PARA RESTAURAR A UNIDADE PERDIDA POR CAUSA DOS MALES QUE AS PESSOAS COMENTEM CONTRA NÓS”.
Tai uma das situações que precisam de nossa atenção para nosso crescimento: O perdão.
Perdoar ou pelo menos relevar uma situação, pode sim demonstrar um grande grau de maturidade nosso como cristão. Bem sabemos que existem coisas que são mais fáceis de esquecer e outras que somente o tempo curará (e talvez não se apague por completo), talvez seja por isso, um dos grandes desafios a serem enfrentados nas relações sociais, em comunidade ou apenas entre duas pessoas.
Se por um lado o perdão revela a maturidade ou a vontade daquele que desculpa, a insistência em brigar revela o quanto precisamos ainda crescer. Talvez seja essa a maior causa das brigas – a insistência em brigar.
Quem muito foi perdoado por que não perdoa? Quem já conhece bem a vontade de Deus em sua vida, por que não o honra com a mudança de atitude e não somente com as palavras? Se notamos que a discussão não levará em nada por que não por um ponto final? No evangelho e na nossa vida, se o perdão foi dado, por que o servo (ou eu) não perdoou uma divida menor?
Talvez a resposta seja que nossa conduta não anda na mesma mão das nossas palavras.
Outro ponto… O perdão reabre horizontes para aquele que foi perdoado em especial os condenados injustamente. Se sei disso por que retenho o perdão? Orgulho?
Desse mal sofrem as pessoas que por vezes nada nos fizeram, mas os nossos pré-conceitos as afastam de nós e da comunidade. São aqueles que conhecemos por onde andaram e conseqüentemente o dano que proporcionaram a suas vidas e a dos outros com suas atitudes. Quem não conhece a história de alguém que errou, se arrependeu, mas que nunca mais conseguiu se levantar pela falta de amor dos irmãos em acolhe-lo?
Quando dizem que as pessoas que muito erraram acabam se tornando evangélicas é uma dura verdade. Temos ainda uma tremenda deficiência em acolher aquele que volta. Por vezes queremos saber o que e como fizeram, por onde andaram, (…) mas nada fazemos de concreto para recebê-los. E mais uma vez, fui perdoado do castigo, mas com empenho anda maior pulo do pescoço do que esta frágil.
“(…) Tomai precaução, meus irmãos, para que ninguém de vós venha a perder interiormente a fé, a ponto de abandonar o Deus vivo. Antes, animai-vos mutuamente cada dia durante todo o tempo compreendido na palavra hoje, para não acontecer que alguém se torne empedernido com a sedução do pecado. Porque somos incorporados a Cristo, mas sob a condição de conservarmos firme até o fim nossa fé dos primeiros dias…”. (Hebreus 3, 12-14)
Sim é bem verdade que o que retorna deve por si só reconquistar a confiança e o seu espaço, mas se patrão já perdoou, por que é que nos comportamos como os donos da chave da porta?
O perdão deve reabrir horizontes no perdoado, sendo semelhante ao preso que deixa a cadeia e passa dar valor a liberdade. SER LIVRE É VIVER, mas cada um tem o direito de escolher se deseja viver brigando ou caminhado. Eu escolhi caminhar! E de preferência acompanhado.
Um imenso abraço fraterno.



Um comentário:

Anônimo disse...

Eu todos os dias faço a leitura do dia e complemento com os comentários dessa equipe para complementar meus ensinamento e por em prática muito obrigado, que o Senhor Deus continue derramando benção a todos na Paz de Cristo, Jair Ferreira.

Postar um comentário